Tecnologia Big Data para vendas: amplie a performance do time comercial

Tecnologia Big Data para vendas: amplie a performance do time comercial
Por Equipe Exact  |   15 de Dezembro de 2020
Voltar

A tecnologia Big Data já faz parte da rotina de trabalho na maioria das empresas do Brasil e mundo afora. Quando o assunto é negócio, as organizações conhecem o potencial de uma boa análise de dados para aumentar o faturamento. 

Esse rico conjunto de dados permite aos gestores identificarem o perfil e o comportamento dos perfis que estão em sua base de clientes e prospects, o que é fundamental para traçar estratégias de venda compatíveis com esses perfis e, consequentemente, atrair os leads certos.

Quer saber mais a respeito? Então, continue a leitura e veja como utilizar a análise de dados para impulsionar a performance do seu time comercial!


Tempo de leitura: 12 min

Você vai ler sobre:


 

 

O que é Big Data?

O Big Data corresponde a um vasto conjunto de informações que podem ser processadas e interpretadas de diversas maneiras. 

No caso da tecnologia Big Data para vendas, esse volume de dados se origina basicamente dos processos internos, das interações com os clientes e do mercado em geral. Estes insumos coletados pela própria empresa também podem ser incrementados por informações vindas de fontes públicas online. 

Mas o que importa, nesse contexto, é que analisar e interpretar todos esses dados significa utilizá-los a favor da tomada de decisões na empresa, de modo a traçar estratégias de venda mais assertivas e 100% compatíveis com os diferentes perfis de consumidores. 

Mas como analisar todas essas informações de um jeito ágil, prático e confiável?

É aí que entra a tecnologia e seu potencial de transformar esse enorme volume de informações em dados estruturados para as empresas, proporcionando insights valiosos para um planejamento estratégico infalível. 

É claro que a matemática e a estatística são peças-chave nessa jornada. Considerando-se que o trabalho com Vendas é uma Ciência Exata, o Big Data cai como uma luva.

Os 5 V’s do Big Data

Para facilitar a compreensão da tecnologia Big Data, vamos aos 5 V’s que resumem o conceito:

Quais as principais aplicações dessa tecnologia nas empresas?

Como vimos no tópico inicial, para favorecer o processo comercial de uma empresa, o banco de dados precisa estar estruturado de alguma forma – o que só pode ser feito com auxílio da tecnologia

Assim, os gestores conseguem compreender o que aquelas informações têm a dizer e, a partir daí, utilizá-las a favor do negócio.

Não é à toa que uma parte bastante significativa da coleta de dados diz respeito aos clientes e suas interações com uma empresa. Um exemplo básico são as redes varejistas que cadastram os clientes via CPF para documentar as compras e, a partir disso, recomendar ofertas personalizadas.

Entre as aplicações mais comuns da tecnologia Big Data estão as análises de mercado, o aperfeiçoamento de processos internos e a captação dos leads certos. 

Esta última ganha ainda mais valor no Marketing B2B e no segmento de vendas complexas, tendo em vista que o funil comercial tende a ser mais longo nesses casos.

Para saber mais sobre análises de mercado, não deixe de ler este post que explica tudo sobre Business Intelligence e Analytics!

É por isso que, para aplicar a tecnologia Big Data de forma bem-sucedida, é preciso muito mais do que apenas conhecer o conceito. 

Contar com boas ferramentas para operacionalizar as análises também é fundamental na jornada. Em seguida, resumimos os principais tipos de dados que viabilizam essas análises e de onde se originam.

Como a tecnologia Big Data pode otimizar as estratégias comerciais?

Vamos agora entender de forma prática como o Big Data acelera um processo de vendas.

Geração de relatórios confiáveis

Com o auxílio dos softwares certos, os gestores conseguem obter relatórios didáticos e devidamente fundamentados para compreender o processo comercial como um todo. 

As ferramentas inteligentes fazem a coleta e a análise dos dados de forma automatizada para que o gestor possa se concentrar apenas nos resultados da sua equipe.

Além de otimizar a tarefa de gestão, trabalhar com dados concretos permite identificar os eventuais gargalos da operação e manter o time sempre alinhado. 

Sobretudo para empresas que trabalham com uma base de leads numerosa, ter relatórios organizados é fundamental para agilizar as operações.

Aceleração da tomada de decisões

Tomar decisões estratégicas não é tarefa simples no Marketing B2B. Afinal, um planejamento de vendas complexas não permite achismos ou improvisos. 

Nessas horas, contar com a confiabilidade das estatísticas é imprescindível para acelerar a tomada de decisões e garantir o sucesso das estratégias adotadas.

É justamente esse um dos objetivos mais importantes da tecnologia Big Data – transformar um grande volume de dados em insights valiosos que vão redirecionar o time comercial com mais assertividade e inteligência de mercado. Assim, as decisões serão mais rápidas e certeiras.

Definição do Ideal Customer Profile (ICP)

Saber qual o seu ICP, ou perfil de cliente ideal, é pré-requisito em qualquer processo de vendas. Grande parte das estratégias de captação e prospecção é definida com base nesse modelo de consumidor. 

Até porque para que um lead se identifique com o produto ou serviço que sua empresa oferece é necessário haver compatibilidade de interesses.

E existe melhor maneira de oferecer uma solução 100% compatível com as expectativas do cliente senão conhecendo seu perfil e hábitos de consumo? O Big Data possibilita esse conhecimento e contribui de forma efetiva para que a empresa desenvolva soluções cada vez mais funcionais no contexto de cada cliente.

Ainda não sabe como definir o seu ICP? Confira este post e descubra o caminho!

Elaboração de soluções eficientes

Com a ajuda das informações do Big Data, fica muito fácil elaborar aquele mix certeiro de produtos, elevando o ticket médio de vendas a partir de dados concretos sobre o comportamento de compra daquele cliente. 

Ao oferecer as soluções certas no momento exato, ele não terá motivos para desistir do negócio.

Inclusive, vale ressaltar que a estratégia de vendas cruzadas – o cross selling – eleva bastante a lucratividade de uma empresa. 

Portanto, explore ao máximo sua base de dados para saber tudo o que pode cativar o seu cliente ideal e elevar o nível de satisfação dele com a marca.

Evolução das ações de Marketing

Conhecer as preferências e interesses dos clientes faz toda a diferença para planejar ações de Marketing mais eficientes.

Ter em mãos essas informações privilegiadas permite direcionar as campanhas de maneira assertiva, atingindo em cheio o público-alvo. 

Sem falar que, com o auxílio da tecnologia Big Data, a equipe pode testar peças-piloto e monitorar em tempo real as interações para fazer eventuais ajustes.

Otimização do tempo operacional

Com todas as possibilidades citadas acima, é natural que as equipes fiquem mais produtivas e elevem seus indicadores de desempenho. 

Até porque, como os processos estarão automatizados, o time não terá que “suar a camisa” com trabalhos “braçais”. 

Dessa forma, além de ganhar a confiabilidade das estatísticas na condução das vendas, a equipe ganhará tempo para focar no que mais importa: uma argumentação impecável.

Quais as melhores soluções em Big Data para vendas?

Como vimos, a tecnologia de ponta é a grande aliada do Big Data para vendas. Apenas com ferramentas inteligentes é possível filtrar – em meio a um extenso volume de dados – aquilo que realmente interessa para o planejamento estratégico de uma empresa. 

Do ponto de vista da atração dos leads, por exemplo, contar um bom software de qualificação é essencial para encontrar os leads que têm fit com seu negócio. 

Quer saber mais sobre qualificação de leads? Veja também este post e conheça os pilares desse processo! 

Uma ferramenta inteligente faz isso a partir do cruzamento de dados que sugere ações estratégicas. 

Assim, além de converter mais vendas e otimizar a performance do time comercial, as chances de fidelização também aumentam, tendo em vista que a satisfação do cliente com o produto ou serviço oferecido estará garantida. Afinal, a compatibilidade com a solução será a máxima possível.

Outra vantagem indiscutível é a melhora no processo de gestão das equipes. Com os indicadores de desempenho sempre em mãos, o gestor pode acompanhar de perto os resultados do seu time mesmo em uma situação de home office.

Inclusive, dependendo das funcionalidades do software, dá para saber até qual vendedor é o mais indicado para atuar com determinado perfil de cliente.

Todos esses insights ajudam a ter uma visão mais clara do mercado, posicionando sua marca como a responsável por entregar ao lead exatamente o que ele está buscando, tudo isso com muita autoridade e credibilidade no assunto. 

Dessa forma, alavancar os resultados da empresa será algo natural em seu processo de vendas. Ao mesmo tempo, as equipes se sentirão sempre motivadas para bater metas cada vez mais ambiciosas.

Considerações finais

Neste post, vimos que o uso da tecnologia Big Data já é uma realidade para empresas de todos os portes e diversos segmentos.  Claro que algumas delas em um nível mais avançado, enquanto outras, ainda em graus mais iniciantes.  

Mas isso não importa muito. Afinal, em tempos de prospecção pela internet, ficar perdido em meio ao excesso de dados que circula nas redes o tempo todo atrapalha as chances de o seu negócio crescer. 

Do contrário, utilizando esses dados a seu favor, é possível ter um planejamento muito mais criterioso, direcionado e assertivo.

O primeiro passo é automatizar o processo comercial com o uso de ferramentas inteligentes que vão dar fluidez e segurança à operação. 

São essas ferramentas que coletam e estruturam as informações que você precisa para tomar as decisões certas no momento exato, impulsionando as vendas a partir de dados concretos e com a garantia de resultados incríveis.

Gostou da ideia? Fale com um de nossos especialistas e comece uma nova era na sua empresa!

 
Equipe Exact



Compartilhe



Você pode também se interessar por: